ABAV 2019

47ª ABAV reúne cadeia do turismo e aponta rumos para a atividade

Isenção de vistos e estratégias para crescimento do setor estiveram em pauta na Expo Abav 2019, realizada em novo formato. Participação do Maranhão resulta de esforço conjunto da Abav-MA, Governo do Estado, por meio da Setur, e Sebrae.

São Paulo - Enquanto a economia nacional cresce a um ritmo de 0,4%, com expectativa de alcançar no máximo 0,8% em 2019, o turismo registrou crescimento de 3,2% de janeiro a julho deste ano, conforme dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC). Trata-se do setor que mais cresce mês a mês. Em julho, por exemplo, foi responsável pela injeção de quase US$ 600 bilhões na economia, oriundos de gastos de turistas estrangeiros, o que representa 43,4% no movimento geral do setor.

Ampliar esse crescimento, consolidando a cadeia do turismo entre as grandes vocações do país, agregando sustentabilidade aos negócios do setor e excelência ao destino Brasil está entre os desafios mais atuais, conforme apontou a presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), Magda Nassar, no encerramento da 47ª Expo Internacional Abav, realizada em São Paulo, de 25 a 27 de setembro.
Vencer esse desafio envolve, segundo Nassar, medidas públicas de incentivo, melhorias no cenário da aviação comercial, a ampliação do debate sobre isenção de vistos, estratégias de marketing e incremento da divulgação comercial, aliados à revolução tecnológica que vem ocorrendo na gestão do setor, a estruturação de destinos e produtos e o aprimoramento de estratégias de vendas e de promoção centradas na oferta de experiências de consumo são fatores que devem ser decisivos para alavancagem do setor nos próximos anos.

A expectativa é que medidas de desburocratização e as reformas estruturais em curso contribuam favoravelmente nesse quadro de crescimento. Para o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, trata-se de ponto prioritário para o governo federal. “Países como Grécia, Portugal e México são exemplos de nações que recuperaram suas economias com investimento em turismo. Dotar o setor de um ambiente de concorrência mais justo e leal é um dos grandes desafios do governo”, explicou, reforçando que a desburocratização de processos e as reformas tributária e fiscal são prioridades absolutas nesse momento de recuperação do crescimento econômico e de superação do ambiente recessivo.

Isenção de vistos–Considerado uma das estratégias de consolidação do crescimento do turismo, o debate sobre isenção de visto ganhou destaque na 47ª Abav. A inclusão de permissões para outras naçõesfoi apontada como necessidade. Autoridades e representantes de entidades transnacionais debateram a medida que contempla cidadãos dos Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália, mas criticaram a falta de reciprocidade para os viajantes brasileiros. “Há seis anos, o Brasil estava na lista de possíveis candidatos para a isenção de vistos dos Estados Unidos e, por uma série de critérios, não conseguiu. Mas a perda não é nossa, do Brasil, e sim, deles. Com essas dificuldades, muitos viajantes escolhem outros destinos”, contextualizou a presidente da Abav, Magda Nassar.

O ministro Marcelo Álvaro justificou a medida, assegurando que o governo brasileiro não podia aguardar a reciprocidade para isentar os viajantes estrangeiros. “Os turistas vindos de outros países gastaram 43% a mais, de janeiro a julho deste ano, do que no mesmo período do ano passado. "Eu escolho a nossa economia girando a reciprocidade”, enfatizou ele.

Mudanças se refletem nos números da ABAV 2019

Reunindo a cadeia do turismo, destinos nacionais e internacionais, a 47ª Internacional Expo ABAV trouxe número recorde de visitantes em 2019, com quase 30 mil participantes, 2 mil marcas expositoras. Geração de 1700 empregos diretos e indiretos e a superação dos R$ 109 milhões de negócios viabilizados em 2018.

Para 2019, a feira foi remodelada em um novo conceito, priorizando ambiente de negócios aliado a capacitação, reforçando o conceito da edição do evento – Transformação.

Este ano, o espaço de conhecimento teve maior abrangência de conteúdos, com participação de renomados profissionais e atividades especiais.
Com curadoria do ICCABAV (Instituto de Capacitação e Certificação da ABAV), a Vila do Saber ofertou palestras, painéis e workshops sobre temas mais atuais do mercado de turismo, propiciando gratuitamente o compartilhamento de conhecimento, atualização profissional e troca de experiências. Trouxe, ainda, debates sobre ações afirmativas e de inclusão no turismo, e como o segmento pode se unir para combater o racismo, transfobia e gordofobia, garantindo a oferta de experiências inesquecíveis para todos os tipos de público.

Mais de 100 eventos de capacitação foram oferecidos na Vila do Sabre, com destaque turismo em territórios indígenas; tendências no turismo e Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD); sobre o uso de influencers digitais nas estratégias de marketing turístico; cases do Carnaval de Rua de São Paulo e da Parada LGBT; as tecnologias no turismo; desafios de gestão; estratégias de marca e o novo consumidor; sustentabilidade em eventos, dentre outros. Fechando cada dia de evento, o destino anfitrião, São Paulo, apresentou na Vila do Sabershows especiais com destaque para o tradicional samba do Bixiga, com o show do Bando de Lá.

No espaço, outra inovação da edição 2019, a ABAV Tech propiciou acesso a soluções tecnológicas e ferramentas para gestão de produtos turísticos e de agências de viagens e palestras sobre segurança da informação e sobregestão digital em negócios do turismo.

Já na Brainstore, livraria especializada em títulos sobre turismo, a oferta de mais de 200 publicações e o lançamento de livros e sessões de autógrafos. Dentre estes, o maranhense Meireles Júnior, que lançou seu mais novo trabalho – o livro Sobrenatural. Meireles também foi destaque na Vila do Saber com palestra sobre a fotografia como produto turístico.

Espaço Maranhão é destaque na Expo Abav 2019

Participação do Maranhão resulta de esforço conjunto da Abav-MA, governo do Estado, por meio da Setur, e Sebrae

Ao lado de representações de estados de todas as regiões brasileiras, durante a 47ª ABAV Expo Internacional de Turismo, o Espaço Maranhão chamou a atenção dos visitantes com um estande temático, forte presença de empresários e ações promocionais durante os três dias do evento.

Um grupo de 55 empresários, técnicos do Sebrae, da Secretaria Estadual de Turismo – Setur, além de profissionais ligados à indústria do turismo no Maranhão, imprensa e de representantes da Associação Brasileira de Agências de Viagens – Abav-MA participam estiveram no evento.

No grupo, 34 empresários atendidos pelo Sebrae por meio dos projetos de Turismo nas regionais de São Luís (polo São Luís), Lençóis-Munim (Rota das Emoções), Pinheiro (Floresta dos Guarás) e Balsas (Chapada das Mesas), além de integrantes da equipe Enturmar, formada por estudantes de turismo e hotelaria da UFMA, administradores e designers, vencedores do Hackatour 2019, promovido pelo Sebrae. E mais 21 representantes de agências de viagens apoiadas pela Abav-MA, além da participação de dirigentes do Sebrae, Abav/MA e de técnicos do Sebrae e da Setur.

Transformado em uma espécie de balcão de negócios, o Espaço Maranhão, viabilizou contatos comerciais, negócios e a divulgação intensiva do destino e de produtos turísticos do estado, com destaque para os polos Lençóis Maranhenses, São Luís, Floresta dos Guarás e Chapada das Mesas.

No local, a artesã Márcia Santos, do município de Raposa, participou demonstrando a produção de renda de bilro de Raposa, com o objetivo de atrair a atenção para o turismo de experiência, além de degustações de doce de espécie, geleias de frutas típicas, como açaí e buriti, guaraná Jesus e cachaça maranhenses, organizados pela Secretaria de Estado do Turismo.

Além do estande, o Maranhão também foi destaque no ambiente Destinos do Brasil, onde a Rota das Emoções figurou entre destinos apoiados pelo Ministério do Turismo.No local, dividido em quatro áreas temáticas (Atendimento, Destinos do Brasil, Experiências do Brasil e Sabores do Brasil), foram contemplados projetos do Ministério do Turismo que respondem por obras de infraestrutura, acesso a crédito e investimentos, além das parcerias público-privadas e acordos internacionais firmados pelo governo federal para promoção e incremento desses destinos.

Na perspectiva de divulgação do Maranhão, o secretário adjunto da secretaria estadual de Turismo, Hugo Veiga, ministrou capacitação sobre o destino e produtos turísticos maranhenses para operadores e agências de viagens, em evento que reuniu mais de 80 operadores.

“Fruto de esforço conjunto, a participação do Maranhão proporcionou ao trade maranhense contato direto com o ambiente legal e mercadológico da cadeia turística, o que lhes gerou acesso a negócios e oportunidades, fortalecendo o destino Maranhão” avaliou o diretor Técnico do Sebrae Maranhão, Mauro Borralho. “O turismo cresce mais que a economia do Brasil e isso impõe uma atenção especial ao setor dentre as estratégias de crescimento do Maranhão e de instituições de fomento. Com a missão à Abav, o Sebrae cumpriu seu papel de indutor de oportunidades para empresários, trabalhando para fortalecer os pequenos negócios do Maranhão e o turismo, uma de nossas principais vocações”, completou.

Ressaltando a união entre agentes de públicos e iniciativa privada e com instituições como o Sebrae, o secretário estadual de Turismo, Catulé Júnior, celebrou a participação maranhense ressaltando a integração como caminho para fortalecer o turismo no Maranhão. “A nossa participação na Abav 2019 consolidou-se como uma estratégia importante de acesso a mercado, mas, principalmente, para fortalecer o ambiente institucional e de negócios na cadeia do turismo e consolidar o destino Maranhão, que vive um momento particularmente promissor”, analisou o secretário.

“Este ano, tivemos modificações substanciais no formato da feira, que resultaram em um evento de sucesso, muito bem estruturado, dinâmica e funcional, que atendeu 100% nossas expectativas. Para 2020, desejamos incrementar essa participação, com mais qualidade ainda, trazendo para o Brasil ver aspectos e produtos turísticos do Maranhão que o Brasil precisa conhecer. A união entre o Sebrae, Abav/MA e Setur foi fundamental para o sucesso da missão, parceria que esperamos consolidar em favor do crescimento do turismo no Maranhão”, afirmou Jansen Santos, presidente da Abav/Maranhão.

Pela primeira vez na Abav, os empresários e irmãos Gilvandro e Gilvan Oliveira, da Pousada Vila Capininga Ecoturismo e Agência Madavilaj Turismo, em Santo Amaro, ressaltam a organização e oportunidades. “Tivemos espaço para divulgação do nosso empreendimento e para contatos que vão resultar em futuras parcerias, além de insights sobre equipamentos e produtos para uso no empreendimento, que vão nos ajudar como diferencial de mercado”, enfatizaram.

Maranhão sediará evento de operadores de turismo em 2020

São Luís, capital do Maranhão, receberá uma das duas Experiências Braztoa (eventos técnicos da entidade) planejados pela entidade para o ano de 2020, no mês de junho, ponto alto das festas juninas. A segunda deve acontecer em agosto, em Minas Gerais.

O anúncio foi feito pelo presidente da Braztoa, Roberto Haro Nedelciu, da Raidho Viagens, durante o 52º Encontro Comercial Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), realizado paralelamente à 47ª Abav Expo Internacional. Segundo ele, o bom momento do turismo no estado, o ambiente institucional favorável e a forte mobilização do setor justificam a escolha.

Na pauta da Braztoa durante a Abav 2019, destaque também para um conjunto de ações promocionais inéditas – a Black Friday de Viagens – que viabilizou resultados imediatos com a venda de 500 pacotes formatados exclusivamente por operadores vinculados à entidade e vendidos por agências associadas à ABAV, com descontos variando de 5 a 50%.

A Braztoa reúne operadoras de turismo, colaboradoras e empresas de representação de produtos e destinos, responsáveis por 90% das viagens comercializados pela cadeia produtiva no Brasil.

Em 2018, as operadoras associadas à Braztoa faturaram R$ 13,1 bilhões e embarcaram 6,5 milhões de passageiros. Essas mesmas empresas geraram um impacto econômico de R$ 11,2 bilhões para a economia nacional, neste mesmo período (quantia que contempla a soma do valor dos pacotes comercializados para destinos nacionais, com o gasto médio diário com extras do turista nos destinos).

 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa do Sebrae no Maranhão

(98) 3216-6133

 

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Facebook.com/sebraema

Youtube/umcsebraema

Twitter: @Sebrae_Ma

Instagram: @SebraeMaranhao