Dia das Mães

“Comecei a empreender por causa da maternidade”

A MEI Fabiana Costa concilia a condução do seu negócio, em Imperatriz, com a dedicação intensiva aos filhos Rafael e Yaks Vinícios, seus grandes amores e inspiração.

A necessidade de trabalhar e não ter com quem deixar os filhos traz muitas angústias e preocupações às mães. Para Fabiana Silva Costa, cliente Sebrae na cidade de Imperatriz, a história foi diferente. Quando se deparou com a maternidade, ela vislumbrou uma oportunidade: começar a empreender. E o melhor: pertinho da família, do marido, dos dois filhos, Rafael e Yaks Vinícios, hoje com 14 e 18 anos, respectivamente.

 

Mas nem tudo são flores, como costuma-se dizer. O início não foi fácil! Conciliar atenção aos filhos, a manutenção das atividades de dona casa e a dedicação a um empreendimento requer muito jogo de cintura, um equilíbrio que a empreendedora conseguiu obter. O tempo a ajudou a sincronizar e desempenhar com maestria o papel de ‘mamãe empreendedora’.

 

“Comecei minha trajetória empreendedora por causa dos meus filhos, precisava trabalhar. E lá se vão mais de cinco anos, de muito esforço. Sou microempreendedora individual formalizada e estou muito satisfeita com os negócios que iniciaram no tempo certo” conta Fabiana.

 

Inicialmente, o negócio estava em sua casa: ela vendia roupas masculinas e femininas. Depois chegaram outros produtos, como os cosméticos, que ela personaliza em kits exclusivos. Seus lindos laços, enfeites e caixas diferenciadas são uma das marcas registradas da Fabiana Moda e Presentes. “A casa foi ficando pequena, a quantidade de mercadoria foi aumentando. Junto com meu esposo, vi a possibilidade de mudar a loja para um ponto comercial. Tudo foi planejado e desenhado com auxílio do meu esposo”, comenta a empresária.

 

Desafios x Oportunidades

No início deste ano, Fabiana se lançou o desafio de fazer tudo diferente. Em um amplo aspecto de sua vida. Precisava de uma espécie de ‘renovação’ após a perda, em 2019, de seu bebê com dois meses de gestação. Um aborto natural que gerou muitas dores ainda hoje relembradas com muitas lágrimas.

 

As potenciais dificuldades que se fizeram presentes neste primeiro semestre de 2020, com a pandemia provocada pelo novo Coronavírus, foram dando lugar à criatividade, com pitadas de motivação diária. O ponto comercial de sua loja física, na Vila Lobão, bairro popular da cidade de Imperatriz, precisou fechar as portas por causa das medidas de isolamento social obrigatório no Maranhão – para os serviços não essenciais, como é o caso da Fabiana Moda e Presentes.  

 

No entanto, as portas fechadas não abateram a empreendedora eu buscava por renovação pessoal. Ela buscou alternativas para continuar com o atendimento personalizado aos seus clientes e passou a fazer uso das redes sociais, fortalecendo a sua presença digital para gerar negócios.

 

“A seção de roupas está um pouco parada ultimamente. Mas os kits de cosméticos, graças a Deus tenho vendido bastante. Sempre divulgo as novidades nas redes sociais e, assim, vou mantendo o meu relacionamento com o cliente. Em média, houve um aumento de 50% nas vendas dos kits personalizados durante esse período da pandemia”, revela.

 

Gestão do negócio

O Sebrae Maranhão está presente lado a lado com Fabiana. Hoje, ela integra o projeto Delas Mulheres de Negócios, executado em Imperatriz, Caxias e São Luís para incentivar o desenvolvimento e a gestão de empreendimentos liderados por mulheres. Além disso, a empresária participa do programa Agentes Locais de Inovação (ALI), um reforço importante para sua empresa, onde recebe orientações fundamentais para inovação de sua atividade comercial. “Com o Sebrae aprendi a trabalhar e enxergar melhor, aprimorei as vendas também. Recebi orientações importantes na gestão financeira que, antes, não conseguia entender muito bem”, explica.

 

Para Fabiana, cada dia do negócio é uma experiência nova e tem valido muito a pena, pois sempre está próxima dos filhos. Mãe feliz, satisfeita e empreendedora com muito orgulho, ela diz que a própria cidade onde mora, Imperatriz, é uma inspiração. “Mas minhas maiores motivações para empreender, sem sombra de dúvidas, são meus dois filhos, Rafael e Yaks Vinícios. E para desempenhar minhas diversas funções, não abro mão da resiliência. Com ela a gente persevera e aprende a desenvolver habilidades que são úteis no nosso dia a dia, seja como mãe, seja como empresária”, enfatiza Fabiana Costa.

 

 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa do Sebrae no Maranhão

(98) 3216-6133

 

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Facebook.com/sebraema

Youtube/umcsebraema

Twitter: @Sebrae_Ma

Instagram: @SebraeMaranhao