Dia das Mães

Empreendedores apostam em vendas online e nos presentes personalizados

Apesar do novo Coronavírus, pesquisa aponta que 85% dos consumidores irão presentear no Dia das Mães e, destes, 83% pretendem fazer as compras pela internet.

O Dia das Mães é uma das datas mais importantes para o comércio varejista e neste ano, mesmo diante da pandemia do novo Coronavírus, a data traz boas perspectivas para os pequenos negócios. Uma pesquisa divulgada recentemente pela Behup/Globo 2020 aponta que 85% dos filhos pretendem presentear suas mães neste domingo, dia 10 de maio. Desse total, a maioria (82%) considera comprar os presentes de forma online.

 

Estes dados mostram que, apesar do lockdown e da quarentena provocada pela Covid-19, uma das principais datas do comércio varejista – o Dia das Mães – abriu oportunidades de negócios para as micro e pequenas empresas que atuam no segmento de presentes, principalmente para aqueles que apostaram em vendas online e personalizadas como opções para presentear as mamães.

 

Para o diretor técnico do Sebrae Maranhão, Mauro Borralho, o cenário favorável é uma oportunidade para que pequenos negócios aumentem suas vendas nesse período. “Teremos um Dia das Mães atípico devido as regras de distanciamento social, o que também pode trazer oportunidades a serem exploradas pelo comércio varejista, tendo em vista o forte apelo emocional desta data comemorativa e ainda mais destacada pelo momento atual”, destacou.

 

Ainda de acordo com a pesquisa da Behup/Globo 2020, para 57% dos entrevistados esse novo contexto social aumentou a importância da comemoração dessa data, já que muitas mães fazem parte do chamado grupo de risco, pessoas que estão mais suscetíveis ao vírus e devem permanecer em isolamento social, imposto pelo COVID-19.

 

É nesse sentido que Luciara Mendes, da Lulu’s Makeup, no município maranhense de Presidente Dutra, está apostando nas vendas de presentes pela internet. “Estamos com uma expectativa muito alta em relação às vendas neste ano, pois o Dia das Mães ganhou um significado ainda mais especial, já que as famílias estão em isolamento e, nesse momento, reafirmam seus laços de afeto e união. Por isso, estamos investindo ainda mais nas redes sociais como nosso grande aliado na divulgação e venda. Preparamos campanhas direcionadas, combos e preços especiais, somado ao atendimento personalizado via WhatsApp. Tudo para que os clientes possam comprar com segurança e facilidade de forma online. Os filhos não deixarão de presentear suas mães nessa data tão especial ”, destaca a empresária.

 

Simbologia das flores  

As irmãs empreendedoras, Ana Maria e Ana Lúcia Conceição, também têm apostado na data e no contexto do momento. Proprietárias da Ana Floricultura, no município de Caxias, acreditam que a simbologia das flores será refletida nas vendas.

 

“O Dia das Mães sempre foi nossa data de maior venda, a mais esperada do ano, pois os filhos gostam muito de presentear as mamães com buquês de flores para demonstrando seu carinho. Acreditamos que, assim como nos outros anos, vamos vender muito, até porque esse é um momento onde todos estamos muito sensíveis e o significado de presentear com um buquê se potencializa, reforçando o amor entre mãe e filhos”, diz Ana Maria.

 

Além das flores, as cestas de café da manhã também têm grande saída. E para garantir as vendas, as irmãs criaram estratégias diferenciadas para a data. “Investimos mais em divulgação nas redes sociais, principalmente no Instagram. Também lançamos preços especiais, todos com descontos, venda pelo WhatsApp, e entrega gratuita. E mais: seguimos todas as recomendações de higienização dos produtos e do nosso estabelecimento, atentando para os cuidados na hora da entrega”, sinaliza a empreendedora.

 

 

 

Presença digital é estratégia

A principal dica que o Sebrae tem dado aos pequenos negócios em tempos de isolamento social é reforçar a sua presença digital, seja para executar vendas, para mostrar atitudes proativas da empresa de enfrentamento da crise e/ou para manter o relacionamento mais próximo do seu cliente, visando o pós crise.

 

“O comportamento do consumidor está mudando e os pequenos negócios precisam acompanhar essa mudança de paradigma. Adaptação é a palavra chave para a sobrevivência dasmicro e pequenas empresas e empreendedores individuais. O segmento precisa aprender a ter uma presença digital mais forte para conectar seu negócio com o seu público. Portanto, avise seus clientes que você está de portas fechadas, mas continua funcionando pela internet. Uma boa dica é utilizar as redes sociais para divulgar o funcionamento dos seus serviços em tempos de pandemia, quais são os horários de atendimento, promoções, quais os canais de relacionamento com o cliente, meios de pagamentos e, claro,  faça exposição dos seus produtos e serviços”, aponta o diretor Técnico do Sebrae no Maranhão, Mauro Borralho.

 

“Entre as orientações que temos dado aos empresários que nos procuram está a necessidade de terem uma presença digital cativante. Sugerimos, então, criarem um calendário com datas comemorativas, períodos de promoção, entre outros. Nesse momento é preciso gerar esse relacionamento, assim, curta os comentários que fazem nas redes sociais, responda, peça opinião sobre o seu atendimento”, completou o executivo.

 

Para ajudar o empresário maranhense a ampliar sua presença digital, o Sebrae colocou à disposição suas ferramentas de atendimento online, com diversos canais para estreitar essa relação.  “Implantamos uma série de medidas para oferecer consultorias via web, palestras e disponibilizar os 400 cursos online no Portal do Sebrae (www.sebrae.com.br).  Além disso, preparamos e-books sobre assuntos diversos que podem ser acessados gratuitamente, promovemos eventos e debates online e lives quase diárias em nossas redes sociais. São inúmeras ferramentas desenvolvidas de maneira específica para atender nossos clientes já fidelizados e aqueles que nos procuram pela primeira vez. A ideia é apoiar o empreendedor na adequação de seu negócio a este momento de pandemia, assim como prepara-los para o pós crise”, declara Borralho.

 

Entre as novas ferramentas lançadas pelo Sebrae durante o período de isolamento social estão as consultorias online, prestadas de forma gratuita e individual. “Nas salas online de consultoria, os empreendedores maranhenses têm acesso a consultorias de Finanças, Marketing e Vendas, Dúvidas Trabalhistas, Inovação e, ainda, podem fazer uma escuta diagnóstica – recebendo dúvidas gerais dos empreendedores nesse momento de crise. Para esta modalidade de atendimento online, os empresários interessados deverão entrar em contato com a Central de Relacionamento do Sebrae por telefone (0800 5700800) e agendar o seu horário pelo WhatsApp (98) 9 9991-2335. Os atendimentos acontecem das 8h às 12h e das 14h às 18h.

 

“Além disso, a instituição organizou o Mutirão Digital, criou e está oferecendo eventos virtuais, como é o caso do Sebrae Acelera Digital e das lives realizadas no perfil do Instagram, Youtube e Facebook do Sebrae, além da Vitrine Digital, onde os empreendedores informam sobre seus empreendimentos e nós  divulga nas nossas nas redes sociais”, coloca Hildenê Maia, gerente estadual de Gestão de Atendimento e Relacionamento com Cliente do Sebrae no Maranhão, comentando que  instituição ainda disponibiliza o canal Fale com Especialista e o Converse com o Sebrae  (por chat ou e-mail), ambos acessados pelo Portal Sebrae (www.sebrae.com.br).

 

 

 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa do Sebrae no Maranhão

(98) 3216-6133

 

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Facebook.com/sebraema

Youtube/umcsebraema

Twitter: @Sebrae_Ma

Instagram: @SebraeMaranhao