Associativismo

Empresários da Rota das Emoções unem-se para a retomada das atividades

Uma iniciativa de um grupo de empresários do trade nos estados do MA, PI e CE, divulga o destino e a vivência inesquecível para o turista pós-pandemia. O Sebrae nos três estados apoia a iniciativa.

Rota das Emoções - Mais do que nunca o associativismo e a construção coletiva se mantiveram como palavras de ordem no meio empresarial do Brasil, se firmando ainda como atitudes extremamente necessárias para que negócios permanecessem no mercado diante da pandemia do Covid-19. As práticas colaborativas são práticas norteadoras quando se trata da preparação para a retomada às atividades pós-pandemia, momento que deve acontecer num futuro e já extremamente esperado pelos empresários, sobretudo do segmento de turismo, um dos mais afetados com a crise gerada pela pandemia.

 

Na atividade turística, mais precisamente no que diz respeito ao trade que atua no destino Rota das Emoções, que abrange dois Parques Nacionais e uma Área de Proteção Ambiental em três estados: Parque Nacional de Jericoacoara, no Ceará; Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba, no Piauí e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, no Maranhão, não foi diferente. Empresários unidos nesse momento onde os parques ecológicos ainda se encontram fechados para visitação, com o objetivo de mostrar ao Brasil e ao mundo o que a experiência vivenciada na Rota tem de diferencial, e o principal, dar a garantia de que em breve essa emoção poderá ser desfrutada novamente, com segurança e tranquilidade, uma vez que estão sendo implementados os protocolos de segurança sanitária necessários e exigidos pelos órgãos competentes.

 

Um grupo de 33 empresários do trade da Rota teve a iniciativa de planejar e lançar uma campanha denominada de “As emoções sempre ficam”, como forma de sensibilizar o turista para o contexto de formação da Rota das Emoções, que consiste na união de destinos e de pessoas, e ainda estimular a vivência das experiências do destino, que oferece roteiros de pouca aglomeração, muita natureza e vida simples das comunidades, onde tudo começa com experiências únicas e termina com memórias inesquecíveis.

 

Entre os meses de abril e maio, aconteceram diversas interações por aplicativos de mensagens e reuniões virtuais dos empresários, com o apoio do Sebrae nos estados do Maranhão, Piauí e Ceará, onde foram alinhados os objetivos e construído o conceito do vídeo de apresentação da Rota, custeado pelas 33 empresas protagonistas da ação.

 

 “O turismo de natureza, os destinos menos comerciais, os roteiros que contemplem passeios sem aglomerações, o maior tempo possível ao ar livre, o contato com a comunidade local e as experiências de vivência com a vida simples dessas comunidades. Tudo isso é o que exatamente temos de melhor na nossa Rota e queríamos dizer isso ao público de uma forma sensível, delicada e envolvente. Acho que conseguimos”, afirma Edvaldo Ugarte Baltazar, jornalista, publicitário, pesquisador e empresário na Rota das Emoções. Juntamente com sua esposa, Maria Luiza da Silva, conduzem três empreendimentos em Barreirinhas.  O principal, mais conhecido e mais antigo é a Pousada Encantes do Nordeste que fica no Bairro de Boa Vista. Os outros dois empreendimentos são o Bar, Restaurante e Pizzaria Bambaê e a Pousada Jurara, localizada em Atins, no mesmo município

 

Edvaldo é um dos empresários que liderou a iniciativa do grupo da Rota e que se preparam para o momento de retomada das atividades pós-pandemia. “Estamos nos preparando e discutindo muito, todas as questões referentes à segurança sanitária. Os protocolos nesse sentido já foram exaustivamente discutidos e estão na fase de redação final. Paralelamente estamos adquirindo todos EPIs necessários para a boa aplicação dos protocolos. A fase seguinte será o treinamento dos colaboradores para que estejamos aptos a receber todos os visitantes com tranquilidade e segurança”, destaca o empresário.

 

Para o Sebrae , a iniciativa do grupo de empresários do trade foi de extrema importância para esse momento.  ”A realização do vídeo da Rota das Emoções foi um exercício importante rumo ao fortalecimento da governança, tão importante para a sustentabilidade de um destino turístico, ainda mais no cenário pós-pandemia em que o coletivo se apresenta fortemente, como caminho para a construção e implementação de estratégias de superação. Uma vez que o turismo regional configura-se como grande potencial na retomada do turismo, é imprescindível que o setor privado se mantenha em diálogo e busque soluções conjuntas”, considera Flávia Nadler, analista técnica do Sebrae e gestora da Rota das Emoções no Maranhão.

 

E para aqueles que já conhecem a Rota e os que ainda não vivenciaram essa experiência, o empresário Edvaldo reforça: “Venham com a certeza de que estamos aptos a lhes oferecer uma hospitalidade segura e voltada para o seu cuidado e atenção especial nesse momento. E isso se estende também aos passeios, aos transfers e aos restaurantes, tudo está sendo pensado para acolher da forma mais receptiva possível. Nossa região tem uma natureza pujante, lugares encantadores. Além disso, nossa Rota mantém todas as características da vida simples do povo nordestino, do contato fácil e prazeroso com a comunidade, possibilitando uma aproximação e uma vivência com nosso povo, que certamente proporcionará encontros emocionantes ao nosso visitante. É como diz a nossa campanha: “As boas emoções sempre ficam”, conclui.

 

Confira o vídeo no final da matéria. 

 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa do Sebrae no Maranhão

(98) 3216-6133

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Facebook.com/sebraema

Youtube/umcsebraema

Twitter: @Sebrae_Ma

Instagram: @SebraeMaranhao