Lençóis-Munim

Lideranças regionais aprendem o poder da articulação e negociação

As atitudes serão fundamentais para que eles possam construir juntos o plano de desenvolvimento do território que abriga uma das mais belas paisagens do mundo: os Lençóis Maranhenses.

Quando pessoas se dispõem a pensar nas soluções dos problemas de um território, nasce o desejo de realizar. Para que as soluções sejam encontradas ou os gargalos amenizados, os caminhos passam por muita informação e conhecimento para as articulações e negociações necessárias. 

Essa verdade tem sido uma realidade para 45 líderes regionais – inclusive gestores municipais, a cada encontro do Programa Liderança para o Desenvolvimento Regional (Lider). Executado pelo Sebrae no território Lençóis-Munim com o propósito de fortalecer a governança, o programa chegou ao quarto módulo, intitulado “Oportunidades de negociação e articulação”, não perdendo o foco do seu principal objetivo: ser um espaço de discussão, oferecendo ferramentas para que os líderes protagonizem, juntos, um processo contínuo de desenvolvimento regional sustentável, onde cada um deverá exercer o seu papel – poder público, iniciativa privada. Sociedade civil organizada e toda a gente que vive, trabalha e anseia por um território com mais oportunidades.

Neste encontro, realizado na última semana, em Barreirinhas, os participantes tiveram três importantes palestras sobre os eixos temáticos que já definiram como prioritários para o plano de desenvolvimento estratégico dos Lençóis-Munim. Os palestrantes foram escolhidos pelos próprios integrantes dos grupos Turismo, Empreendedorismo e Infraestrutura.

Para a palestra “Atividade turística focada em resultados”, que abordou a principal vocação produtiva da região, o secretário adjunto de Turismo do Maranhão, Hugo Veiga, trouxe uma inquietação: precisamos mudar de perspectiva e pararmos de ver apenas os problemas; é necessário enxergarmos as soluções. Como conteúdos, Veiga falou sobre estratégias, tendências, associativismo, inovação, parcerias público-privadas e outros pontos referentes ao setor turístico, voltando-se para o território Lençóis-Munim, que abriga parte de um dos roteiros mais bem sucedidos do país – a Rota das Emoções.

“Mudar de perspectiva e focar nas soluções e não nos problemas não é tarefa das mais fáceis. Porém, vocês podem exercitar um novo comportamento, pensando juntos em como trazer benefícios para quem vive no território e para quem o visita, abrindo, assim, um horizonte de oportunidades locais”, citou o secretário-adjunto que é turismólogo.

Oportunidades, aliás, foi a palavra mais usada por Marina Lavareda, palestrante do eixo Empreendedorismo. Analista do Sebrae Maranhão e especialista em pequenos negócios, ela destacou que ter riquezas naturais e integrar um dos roteiros mais belos do país, pode não significar muito para o território, se as pessoas do lugar não atentarem para o que proporciona a cadeia do turismo.

“O território dos Lençóis Maranhenses e seus municípios do entorno estão imersos em uma gama de oportunidades para empreender, porque o turismo é uma indústria que movimenta bilhões de dólares no mundo inteiro. E empreender é uma atitude, um comportamento que gera algum resultado, onde as ferramentas são o desejo de fazer e a busca por informação e conhecimento”, enfatizou Lavareda.  

Para a terceira palestra, “Infraestrutura urbana e rural do território Lençóis-Munim”, foi convidado Ozenildo Correa, secretário executivo do Consórcio Público Intermunicipal das Mesorregiões Norte e Leste Maranhense (Conleste). Ele falou de problemáticas que ainda coexistem e são tidas como gargalos no destino, como coleta de lixo e aterros para resíduos sólidos, saneamento básico, transportes, estradas e segurança pública. “Trouxe informações para discutirmos até que possamos encontrar, juntos, as soluções. Sem resolvermos problemas de infraestrutura que ainda são básicos na maioria dos municípios da região, não iremos avançar”, acredita Corrêa.

Metodologia

O Lider integra o portfólio de soluções da área de Políticas Públicas do Sebrae e busca uma mudança de práticas e atitudes que podem impactar um território. Inquietações, palestras, atividades individuais e em grupo que geram reflexões e quebra de paradigmas. Tudo remete a uma construção que deve ser baseada, iniciada e continuada no coletivo.

“Por isso a metodologia foi pensada para que os participantes possam tomar consciência de que cada um pode contribuir; de que o pensar pode até ser diferente, mas o agir precisa ser coletivo; de que as discussões devem ter foco nas soluções e não nos problemas para que o território cresça e as comunidades que nele vivem possam se empoderar, criar ou aproveitar as oportunidades, gerando um círculo virtuoso de desenvolvimento sócio-econômico-cultural. Temos certeza que todo o aprendizado que este grupo já está obtendo, culminará em um grande plano estratégico para desenvolver a região”, sinaliza a diretora de Administração e Finanças do Sebrae, Rachel Jordão.

O quinto encontro do Lider Lençóis está agendado para os dias 23 e 24 de maio, novamente na cidade de Barreirinhas. Para os interessados em saber mais detalhes sobre o Programa Lider, podem encontrar informações no Portal do Sebrae (www.sebrae.com.br), nas unidades regionais e Núcleos de Atendimento Empresarial da instituição no estado, na unidade de Políticas Públicas (98 3216-6145) ou na Central de Relacionamento 0800-570 0800.

  

Mais informações:

Assessoria de Imprensa do Sebrae no Maranhão

(98) 3216-6133

 

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Facebook.com/sebraema

Youtube/umcsebraema

Twitter: @Sebrae_Ma

Instagram: @SebraeMaranhao