Governança

Sebrae irá desenvolver ações para o turismo no Polo São Luís

Foco será acesso à inovação e tecnologia, ampliação da oferta turística através do acesso a novos mercados e criação de novos produtos, integração com outros projetos da instituição voltados ao desenvolvimento do turismo e fortalecimento da governança.

São Luís - Com clara vocação para o turismo, o Polo São Luís, que abrange os municípios de São Luís, São José de Ribamar, Raposa, Alcântara e Paço do Lumiar, receberá ações e investimentos do Sebrae nos próximos dois anos, por meio do Projeto Turismo Criativo no Polo São Luís e Região Metropolitana.

Com perspectiva de atendimento a 160 empreendedores e investimento previsto de R$ 800 mil, que serão aplicados de fevereiro deste ano a dezembro de 2023, o projeto responde à necessidade de fortalecer a atuação junto ao segmento, contribuindo para apoiar o desenvolvimento dos negócios da cadeia turística, fortalecendo-a como um todo e trabalhando para ampliar a competitividade desses negócios, por meio de ações de mercado e de um processo de revalorização do destino, que é porta de entrada para outros atrativos turístico no estado.

O público-alvo da iniciativa são empreendedores individuais, micro e pequenas empresas dos segmentos de meios de hospedagem, agências de viagem e serviços de reservas, receptivos e emissivos, de eventos, atrativos, alimentação fora do lar, além de artesãos e empreendedores criativos ligados aos segmentos de música, artes visuais, áudio visual, games e moda autoral, instalados nos municípios da região metropolitana, totalizando 160 empreendimentos.

“Os investimentos em turismo e o fortalecimento da presença do Sebrae junto a essa cadeia no Polo São Luís, com ações que estamos planejando focadas no reforço à integração com os demais projetos de Turismo no estado, no acesso a mercado e inovação, na mobilização de parcerias e articulação de iniciativas que podem impulsionar, com resultados efetivos, o crescimento dos setores envolvidos e dos empreendimentos atendidos, estão entre as diretrizes estratégicas do Sebrae no Maranhão para o turismo, uma determinação da diretoria para os próximos anos”, ressalta o diretor Técnico do Sebrae no Maranhão, Mauro Borralho.

Dinâmica própria - Aliado ao potencial de atrativos, roteiros e produtos já consolidados, o polo São Luís detém uma dinâmica própria que deve favorecer a execução das ações planejadas, como por exemplo, um nível de organização em nichos já consolidados, a existência de um grupo de parceiros, como associações e entidades representativas, além de expressivo número de negócios formalizados. Esse ambiente tem favorecido o planejamento e a execução de ações de forma integrada e respondido por avanços nos últimos anos, como por exemplo o modelo de turismo de experiência adotado no estado, que chegou à fase final do Prêmio Nacional de Turismo, em 2019.

Além disso, pela diversificação de segmentos presentes na cadeia do turismo, o projeto deverá trabalhar um conjunto de ações integradas com outras iniciativas do Sebrae, como por exemplo o projeto de Economia Criativa e com os demais projetos voltados para fortalecimento do Turismo como a Rota das Emoções, o Turismo na Chapada das Mesas e Floresta dos Guarás.

“Considerado o portão de entrada dos demais atrativos do estado, o polo São Luís se destaca por um elevado número de empreendimentos consolidados, atrativos culturais, de praia e sol e religiosos, sendo a capital maranhense reconhecida como Patrimônio Histórico-Cultural da Humanidade, e tendo obtido reconhecimento, pela Unesco, do bumba-meu-boi e tambor de Crioula como Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. Além desses diferenciais, constatamos a existência de um grupo de parceiros e instituições que já vem atuando para fortalecer o turismo e os negócios do setor. Nesse sentido, o projeto vem contribuir como um esforço consistente e articulado, visando gerar a sinergia necessária para alavancar o crescimento da cadeia turística, impulsionar a competitividade dos negócios e até fomentar o surgimento de novos empreendimentos ”, analisa o gerente regional do Sebrae em São Luís, Mauro Formiga.

Resultados esperados e ações estratégicas

Para alcançar os objetivos previstos no projeto, uma série de ações estratégicas estão sendo planejadas. Os desafios são fortalecer a governança e captar novos parceiros, fomentar a  inovação como estratégia para melhorar o desempenho e a competitividade dos negócios, elevar a oferta turística, fortalecer a experiência de vivência turística já em curso desde 2018, ampliar o acesso a novos mercados e trabalhar a criação de novos produtos e roteiros, visando elevar a qualidade e o valor agregado dos serviços ofertados no polo São Luís, tudo isso aliado ao fortalecimento e preparação do trade para aproveitamento de oportunidades e para implementar melhorias que se reflitam no crescimento de forma consistente e sustentável.

“Dados do Ministério do Turismo mostram que São Luís aparece como um dos 65 destinos indutores do turismo no país, com perspectiva de integração com o ecossistema da Economia Criativa, o que lhe assegura a possibilidade de oferta ao mercado de produtos diversificados. Esse é um diferencial que iremos trabalhar fortemente. Dentre as estratégias que estamos planejando, destacamos a integração com segmentos como a economia criativa, de forma a agregar valor ao produto turístico, com diferenciais de mercado e estímulo à competitividade dos negócios turísticos, fomentando também a inovação e tecnologia na gestão dos negócios”, explica Shamia Renata Mendonça, analista técnica do Sebrae e gestora do projeto.  

Entre os resultados esperados, a gestora aponta o aprimoramento da gestão dos negócios da cadeia turística nos diversos municípios do polo; o aperfeiçoamento de produtos e serviços; a criação de novos circuitos, roteiros e produtos turísticos; contribuir, através da inovação, para aprimoramento de processos e da gestão e promover o acesso a mercados, visando elevar o faturamento das empresas atendidas.

Como exemplo de ações planejadas nos municípios abrangidos pelo polo, ela cita a oferta de cursos, consultorias tecnológicas, orientação diretas às empresas, participação em missões, caravanas e eventos de mercado, rodadas de negócios, dentre outras ações.  

A gestora lembra ainda que empreendimento da cadeia turísticas e do ecossistema de economia criativa interessadas em participar do projeto podem procurar a Unidade Regional do Sebrae em São Luís, localizada no Multicenter Sebrae, bairro do Cohafuma.

 

Mais informações:

Assessoria de Imprensa do Sebrae no Maranhão

(98) 3216-6133

 

Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Facebook.com/sebraema

Youtube/umcsebraema

Twitter: @Sebrae_Ma

Instagram: @SebraeMaranhao